Grifols

Em 2016 a OMS implantou as redes estruturada e elétrica da nova unidade da multinacional espanhola Grifols, que desenvolve e produz tratamentos hemoterapêuticos à base de plasma sanguíneo para cerca de 90 países.

O cabeamento passivo de dados da fábrica, localizada em Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba, foi executado com cabos TP classe SZH, de alta flamabilidade, obedecendo um padrão de exigência internacional.

A rede elétrica envolveu a instalação de uma subestação com transformador de 1000 KVA que recebe a energia de alta tensão da concessionária local e a distribui à fábrica em 380-220V. A OMS instalou ainda toda a estrutura de quadros, luminárias, passagem de circuitos e alimentadores para quadros, motores e tomadas industriais, além da iluminação da indústria, que produzirá bolsas de coleta e fracionamento de sangue — antes importadas da matriz na Espanha.