Energia fotovoltaica

Uma das prioridades da OMS Engenharia é realizar obras com responsabilidade social. A empresa dá o destino correto a lâmpadas e cabos inservíveis que são retirados das obras e os envia a indústrias especializadas em reciclagem. Isso evita que esses materiais sejam jogados na natureza. Além disso, a OMS é usuária e incentivadora do uso de energia solar como opção de fonte limpa renovável.

Em sua sede, a OMS implantou um sistema captação da luz do sol com placas fotovoltaicas assentadas no telhado e um medidor On Grid. A energia capturada abastece a empresa e o excedente vai para a Copel, que redistribui a eletricidade, devolvendo créditos à OMS. A economia chega a 70% — o equivalente a 600 reais por mês. Em um ano, aproximadamente 7.200 reais deixam de ser gastos com a conta de luz.

Desde que a OMS Engenharia percebeu a importância da energia limpa, tornou-se especialista no segmento: desenvolve projetos e instala sistemas fotovoltaicos com excelência. “foi uma maneira que encontramos de fomentar o potencial energético do Brasil e de participar dessa nova tendência mundial de buscar energias limpas e renováveis”, afirma Mauro Costa Nascimento, sócio proprietário da OMS.