Blog

O perigo de instalações subdimensionadas: como uma reforma elétrica industrial em Curitiba pode salvar sua empresa?

reforma elétrica industrial em Curitiba

Você tem uma fábrica. Então começa a crescer: compra equipamentos, amplia aqui, aumenta a produção ali. E a instalação elétrica vai ficando sobrecarregada. De repente, você é obrigado a parar tudo: programar o desligamento das máquinas, contratar uma empresa especializada e fazer, o quanto antes, uma boa reforma elétrica industrial em Curitiba.

Essa é uma realidade muito comum às indústrias em todos os setores: crescer e ampliar equipamentos e máquinas que acabam sobrecarregando as instalações elétricas. Em muitos casos, a sobrecarga torna-se tão grande que gera o risco iminente de choques, curtos-circuitos e incêndios.

As consequências da sobrecarga em uma instalação elétrica industrial em Curitiba podem ser tão graves que, em alguns casos, negócios inteiros são perdidos em questão de minutos!

O que fazer para evitar essa situação? É o que veremos nesse post, por meio de um exemplo real de crescimento que sobrecarregou o sistema elétrico em uma indústria.

Problemas gerados pela sobrecarga na elétrica industrial 

Como você deve saber, a sobrecarga em uma instalação elétrica industrial gera prejuízos e riscos de acidentes que podem ser graves, como:

  • Superaquecimento de condutores, quadros de distribuição de energia e outros componentes.
  • Curto-circuito por superaquecimento.
  • Incêndios por curto.
  • Choques elétricos por fuga de corrente.
  • Queima ou mau funcionamento de equipamentos e máquinas.
  • Elevação considerável na conta de luz, gerada pela “queima” de energia.
  • Oscilações de tensão e corrente que prejudicam o rendimento de máquinas e a produtividade.
  • Desligamento frequente de disjuntores.
  • Com isso, paralisações nas atividades com perda de produtividade, elevação de custos e perda de competitividade.

Vejamos agora como esses problemas gerados pela sobrecarga elétrica ocorrem na prática. Para isso analisaremos o processo de reforma elétrica industrial (ou retrofit elétrico) de uma fábrica de sorvetes na região de Curitiba.

A indústria, tradicional na capital paranaense, contratou a OMS para realizar a readequação de suas instalações elétricas.

Já na fase inicial do trabalho, que incluía vistoriar a fábrica por vários dias, problemas graves foram detectados, como veremos a seguir.

Falhas detectadas por equipamentos

Auxiliados por equipamentos específicos de última geração, como os medidores Fluke, os técnicos da OMS fizeram medições e coletaram informações para emitir um laudo das instalações elétricas.

Com base nesse laudo, que aponta os problemas encontrados, foi realizado o projeto para a implantação de um programa de eficiência energética e o redimensionamento da estrutura elétrica da fábrica.

Veja, no vídeo a seguir, alguns dos problemas encontrados: como e por que eles acontecem, não apenas nesta como em muitas outras plantas industriais. E depois de entender a situação desta fábrica, veja o que pode ser feito.

O que muda com reforma elétrica industrial em Curitiba?

No caso dessa indústria, fica claro que houve um bom problema: o crescimento das vendas e, consequentemente, da planta industrial.

Mais máquinas e equipamentos precisaram ser comprados para ampliar a produção de sorvetes e dos tipos de produtos oferecidos.

A qualidade dos alimentos foi aperfeiçoada e tudo isso demandou mais e mais tecnologia, mais e mais máquinas, mais e mais consumo de energia.

No entanto, a instalação elétrica da planta industrial não acompanhou esse crescimento. Ou seja: novas cargas foram sendo acopladas ao sistema e cabos foram ampliados sem a supervisão de um projeto de engenharia elétrica.

Após algum tempo, sintomas de sobrecarga começaram a ser sentidos, como quedas de energia com paralisações nas atividades.

Tudo isso levou a fábrica ao ponto de demandar um redimensionamento. Vejamos o que foi feito nesse “retrofit” ou reforma elétrica industrial em Curitiba.

Os passos de uma reforma elétrica industrial

Num projeto de redimensionamento, estes são alguns dos componentes que precisam ser alterados:

  1.  A disposição dos equipamentos da fábrica, de modo que a planta fabril se adeque à melhor eficiência do sistema elétrico.
  2. Quadros de distribuição de energia, em muitos casos, devem ser substituídos por novos, com isolação e proteção contra arcos elétricos. Os arcos elétricos (ou voltaicos) são curtos-circuitos que podem queimar equipamentos e causar ferimentos em quem estiver próximo a eles. Os quadros de distribuição devem ser alocados em espaços apropriados.
  3. Dimensionamento dos cabos em função da corrente instalada, verificada pelas medições in loco.
  4. Os eletrodutos, que devem ser protegidos contra ataques do meio ambiente, precisam ter envoltório aterrado e proteção contra arcos elétricos e superaquecimento.
  5. Por vezes, dispositivos de segurança precisam ser adicionados ao sistema. Isso visando à proteção contra choques elétricos, efeitos térmicos, sobrecorrentes, falta de energia e sobretensão. Alguns desses dispositivos são os disjuntores (que desligam o sistema em caso de sobrecarga) e “dispositivos DR” (Diferencial Residual, de proteção contra choques quando há fuga de corrente).

Reforma elétrica industrial em Curitiba: da falta de luz à sustentabilidade energética

A reforma elétrica na indústria que vimos no vídeo foi executada segundo um programa de eficiência energética industrial. Para reduzir a conta de luz evitando o desperdício de energia, lâmpadas eficientes foram instaladas e outros fatores de perda foram corrigidos.

E como parte deste programa, será instalado um sistema de geração de energia solar fotovoltaica. Isso porque a fábrica de sorvetes amplia cada vez mais a qualidade dos produtos. E percebeu que precisa pensar lá na frente, já que crescerá ainda mais.

Um sistema de geração própria, somado a medidas de eficiência energética, pode reduzir drasticamente o gasto mensal com eletricidade.

Em alguns anos, o investimento feito no redimensionamento elétrico e na instalação de painéis solares é totalmente recuperado com essa economia.

Você poderá acompanhar o andamento  e a conclusão dessa reforma elétrica industrial em Curitiba nesse post aqui.

Pense sempre lá na frente: como será o fornecimento de energia no Brasil daqui a alguns anos? Será ainda mais caro? Haverá energia suficiente? Pensar em eficiência energética e geração solar é a tendência mundial do presente, para o futuro.

Conte com a gente para fazer manutenções elétricas e evitar que o sistema de sua indústria ou empresa sobrecarregue. Ou para reformá-lo, caso seja necessário. Estamos aqui para ajudá-lo! Entre em contato aqui para uma consultoria com nossos especialistas e até o próximo post!