Blog

Laudo elétrico em Curitiba ajuda a abater ICMS na conta de luz

laudo elétrico em Curitiba

Quando falamos em laudo elétrico em Curitiba, logo surgem várias perguntas:

  • em que situações é necessário fazer um laudo de instalações elétricas?
  • para que ele serve?
  • qual é a vantagem desse investimento?

Vamos tentar responder de forma clara, começando pelo abatimento do ICMS na conta de luz. Essa á uma importante razão  para elaboração de um laudo elétrico em Curitiba.

Laudo elétrico em Curitiba é importante na recuperação de créditos de ICMS

É lei federal (LCs 102/00, 114/02, 122/06 e 138/10). Indústrias podem abater créditos do ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) pago na conta de luz. Mas somente sobre a energia elétrica consumida em processos de industrialização.

Para tanto, é importante elaborar laudo técnico sobre o consumo de energia da indústria, seguindo as normas brasileiras (que explicamos aqui). Realizar um laudo é atribuição de um engenheiro eletricista acompanhado de um eletricista (com NR 10). O objetivo é fazer um levantamento “in loco” na indústria/fábrica, para discriminar quais equipamentos realmente fazem parte do parque “fabril” e quais equipamentos são utilizados na administração.

IMPORTANTE: Nem todas as indústrias/fábricas podem se beneficiar do ICMS (Ex: microempresas).

Com o laudo de ICMS calculando o consumo elétrico, o consumidor industrial pode abater os créditos na conta de luz de forma direta, mês a mês.

 Além do laudo elétrico em Curitiba, o que é preciso para resgatar créditos de ICMS?

É preciso que a indústria “divida” seu consumo em duas partes. Uma relativa aos processos de industrialização, onde a energia é aderida ao produto. Outra relacionada às demais atividades da indústria (administração,  marketing, compras, vendas etc.).

Isso é chamado de “rateio” da energia consumida.

O rateio irá comprovar quanto de energia é gasta no processo de industrialização e, portanto, quanto ICMS poderá ser abatido.

É possível instalar vários “contadores” para fazer a leitura do consumo em cada setor da indústria. Mas essa é uma solução normalmente mais cara e trabalhosa. Por vezes, demanda a reconstrução de circuitos e linhas de produção.

A responsabilidade sobre a informação de consumo é do próprio consumidor. Por isso a contratação do laudo elétrico em Curitiba acaba sendo mais prática e viável, na maioria dos casos. Isso porque o rateio do consumo de energia é calculado e atestado pela empresa que elabora o documento.

O laudo elétrico de ICMS comprova as informações do consumo industrial, caso haja fiscalização da Receita Tributária.

Pronto. Já é possível resgatar o crédito, ou seja, abater o ICMS em conta mensalmente, na proporção estipulada pela Receita Estadual.

Preferencialmente, os laudos elétricos devem ser atualizados. Sejam para resgate de ICMS, para atender as leis ou para garantir a segurança das instalações e pessoas. É o que veremos a seguir…

  1. Outras razões para fazer um laudo elétrico em Curitiba

Muitas empresas e indústrias só pensam em laudos de instalações elétricas quando estes são exigidos por entidades como Ministério do Trabalho, Corpo de Bombeiros, Prefeituras, certificadoras e seguradoras.

Porém, o laudo elétrico tem outra finalidade essencial: garantir a segurança das pessoas e das próprias instalações elétricas. Toda empresa, indústria ou residência deveria passar por uma perícia elétrica para avaliar as condições dos sistemas de eletricidade em uso.

Essa avaliação é capaz de encontrar problemas como o sobreaquecimento em condutores, transformadores, armários de distribuição e demais equipamentos.

Ao identificar pontos fracos do sistema, é possível instalar dispositivos ou mecanismos de proteção para evitar descargas elétricas, choques e até mortes.

  1. Encontrar problemas é cortar gastos

Além de sobreaquecimento e pontos de fuga de corrente que podem provocar choques, curtos-circuitos, incêndios e explosões, várias outras alterações podem facilmente ser identificadas com um laudo elétrico em Curitiba.

Efeito Joule, presença de harmônicos, variações de corrente e tensão ou calor excessivo são exemplos de “defeitos” que fazem um sistema elétrico, literalmente, queimar energia. É como jogar dinheiro no lixo.

Estima-se que só o chamado “baixo fator de potência” gera perdas que giram em torno de 5% em praticamente todos os sistemas elétricos que não passem por análise e correção de problemas. O laudo aponta os perigos e sugere as medidas a serem tomadas para a correção dos mesmos.

O bom funcionamento dos componentes do sistema acaba se traduzindo em economia da conta de luz.

  1. Garantir a vida útil das instalações e de equipamentos: outra vantagem do laudo elétrico em Curitiba

Se sua empresa fizer o laudo de instalações elétricas, encontrar pontos frágeis do sistema e corrigi-los, as chances de acidentes com energia elétrica cairão e enormemente.

“Com isso, a estrutura física do sistema elétrico terá sua integridade preservada ao máximo. Além disso, a estabilidade da qualidade no fornecimento de energia resultará em melhor performance de máquinas e equipamentos. E a vida útil dos bens da empresa será aumentada” – diz Henrique Nascimento Costa, engenheiro-eletricista da OMS Engenharia.

Desta forma, tudo o que se faz preventivamente em engenharia elétrica não é gasto, e sim investimento. Com retorno mensurável e, normalmente, muito preciso.