Blog

Manutenção elétrica predial: 11 problemas que ela pode evitar!

manutenção elétrica predial

A manutenção elétrica predial é um conjunto de ações envolvendo a avaliação das instalações elétricas e a correção de problemas. Estes vão de defeitos na construção do edifício ao desgaste dos materiais utilizados no sistema elétrico.

Os protocolos de manutenção elétrica utilizados em prédios comerciais ou industriais permitem identificar falhas elétricas ocultas. Com isso, elas podem ser corrigidas logo no início de sua formação.

Esse diagnóstico precoce ajuda a evitar problemas muito comuns, que são identificados durante as rotinas de manutenção preventiva. Entre eles estão:

  1. Anomalias no sistema elétrico que podem afetar a proteção dos circuitos gerando sobrecargas, instabilidades, choques e incêndios.
  2. Superaquecimento causado por sobrecarga que afeta cabos e quadros de distribuição de energia elétrica, gerando centenas de incêndios e mortes, todos os anos, no Brasil.
  3. Deterioração da instalação elétrica que eleva gastos com consertos e reformas elétricas.
  4. Desperdício de energia por sobreaquecimento (“efeito Joule”), elevando a conta de luz.
  5. Baixa eficiência energética ocasionada por distúrbios de qualidade da energia ou por Baixo Fator de Potência.
  6. Explosões e queima de transformadores por problemas como umidade ou deterioração de componentes, inclusive em subestações de energia industriais.
  7. Mau funcionamento de equipamentos com motores elétricos e perda de eficiência de máquinas.
  8. Queima de equipamentos por instabilidades do sistema elétrico, com enormes prejuízos às rotinas corporativas.
  9. Interrupções frequentes do fornecimento de energia com perda de produtividade.
  10. Choques e acidentes elétricos que podem ser fatais.
  11. Curtos-circuitos e incêndios que podem destruir sua empresa!

 

Como a manutenção elétrica predial pode ajudar?

 

Esses 11 problemas que acabamos de ver geram muitas perdas financeiras às empresas que não fazem manutenção elétrica predial.

Uma corporação que não adota protocolos preventivos periódicos pode sofrer interrupções no fornecimento de energia, queima e ineficiência de equipamentos.

Tudo isso se traduz em perda de produtividade. E algo muito preocupante hoje em dia: elevação na conta de luz.

Isso porque pontos de aquecimento e distúrbios elétricos não identificados simplesmente “queimam” energia. E ela é um dos maiores custos de qualquer negócio!

Para fugir desses cenários, veja agora quais são as principais causas desses 11 problemas elétricos. E de que forma a manutenção elétrica predial ajudará sua empresa a evitá-los.

 

manutenção elétrica predial 1

 

Principais causas de falhas elétricas

 

Os defeitos elétricos são comuns tanto em antigas quanto em novas edificações.

Isso porque a deterioração de diversos componentes da instalação elétrica é um efeito natural da ação da energia elétrica sobre cabos, condutores, quadros de distribuição de energia e outros dispositivos.

“Isso significa que mesmo as empresas localizadas em edificações novas precisam fazer a manutenção elétrica predial periódica, para prevenir a deterioração natural do sistema” – diz Osmar Nascimento Costa, diretor técnico da OMS Engenharia.

O problema é que, além do desgaste natural gerado pela eletricidade, existe ainda uma série de fatores externos e internos que podem sobrecarregar ou danificar as instalações elétricas de qualquer edificação. Vejamos quais são.

 

Fatores de risco elétrico

 

  • Pragas urbanas, como cupins, formigas e roedores, que podem destruir a infraestrutura elétrica e condutores elétricos.
  • Surtos de tensão e corrente nas redes de distribuição de energia e distúrbios que podem provocar a queima de equipamentos e outros danos às instalações elétricas.
  • Modificações das instalações elétricas que alteram o projeto elétrico original. Geralmente, ocorrem pelo acréscimo de cargas ou potências que sobrecarregam o sistema.
  • Uso de proteções com disjuntores ou fusíveis inadequados, não obedecendo à capacidade de corrente dos condutores.
  • Interrupção de fornecimento de energia (por fatores como chuvas, tempestades, ventos).
  • Instalação elétrica defasada, com padrão de entrada de energia, cabeamento, quadros e medidores desatualizados.
  • Utilização de cabeamento rígido, comum em edificações antigas. Os cabos do tipo rígido dificultam a manutenção e ampliações na instalação elétrica.
  • Ar-condicionado em condições precárias. Sistemas de ar- condicionado mal instalados, sem disjuntores próprios nem manutenção elétrica periódica são fontes comuns de incêndios e mortes no Brasil. Um deles foi o desastre no Ninho do Urubu, que matou 10 jogadores do Flamengo em 2018.

Realizar a manutenção elétrica predial periodicamente é o melhor caminho para identificar todas essas causas de falhas elétricas e solucioná-las antes que os problemas ocorram.

Para isso, há três estratégias de manutenção que você poderá adotar. Confira!

 

Quais são os tipos de manutenção elétrica predial?

 

Para saber qual estratégia de manutenção adotar, o melhor caminho é avaliar as instalações elétricas da empresa.

Com base nessa avaliação – o chamado “laudo elétrico” – é possível elaborar um plano de manutenção que poderá conter protocolos preventivos, preditivos e corretivos.

Veja as diferenças entre esses três tipos de manutenção elétrica predial e para que casos são indicados.

 

Manutenção elétrica preventiva

 

Esse tipo de manutenção é focado em identificar falhas elétricas antes que elas comecem a causar problemas na instalação.

Os protocolos de manutenção elétrica predial preventiva normalmente incluem vistorias periódicas com inspeções visuais e equipamentos especiais, como os medidores FLuke.

Esses aparelhos são capazes de detectar pontos de superaquecimento, sobrecarga, distúrbios de energia ou desgaste de componentes.

Quando defeitos são encontrados, alguns consertos podem ser realizados no momento da vistoria. E se a reparação exige o desligamento da energia, uma ação corretiva é programada para os horários que não prejudiquem as rotinas corporativas.

 

Manutenção elétrica predial preditiva

 

Também é focada em bloquear a ocorrência de falhas. Porém, os protocolos de manutenção preditiva são realizados somente quando os componentes elétricos estão prestes a causar problemas.

O momento preciso da ação é determinado por estudos sobre as tendências de desgaste dos equipamentos.

“Com base na análise do comportamento dos equipamentos e nas especificações do fabricante, nossos especialistas conseguem prever em que momento exato a manutenção elétrica deverá ser realizada para impedir que o defeito ocorra” – explica Osmar Costa.

Essa estratégia costuma ser empregada por empresas e indústrias que desejam reduzir o número de manutenções para minimizar custos.

→ Aproveite para conhecer mais sobre a manutenção elétrica industrial.

 

Manutenção elétrica predial corretiva

 

As manutenções elétricas prediais corretivas são realizadas para efetuar reparos na instalação elétrica.

No cenário ideal, elas devem acontecer de modo planejado para efetuar a substituição de componentes desgastados, óleo de motores ou peças com defeito que tenham sido descobertos durante as manutenções preventivas.

Isso significa quem quando necessário, o desligamento da energia será amparado por grupos motores geradores nas empresas onde a produção não pode parar.

Infelizmente, nas empresas que não realizam manutenções preventivas, as ações corretivas costumam ocorrer de forma emergencial e não programada.

Consequentemente, podem gerar paralisações inesperadas. Isso eleva custos financeiros e riscos à segurança, gerando impactos à produtividade das empresas.

 

Como é feita a manutenção elétrica predial?

 

A manutenção elétrica predial deve seguir um protocolo de ações periódicas elaborado por especialistas.

As rotinas deste plano de ação são traçadas de acordo com as características da edificação e o tipo de atividade realizado pela empresa ou indústria.

Preferencialmente, o ponto de partida deve ser a avaliação geral das condições da edificação com a emissão de um laudo das instalações elétricas.

Na maioria dos ambientes, sejam comerciais ou industriais, o plano de manutenção elétrica predial inclui:

 

1. Gestão do consumo de energia

 

Uma das rotinas da manutenção elétrica predial é o controle das faturas de energia elétrica. Essa avaliação permite verificar se há elevação do consumo.

Grandes oscilações demonstram que a instalação elétrica pode ter desequilíbrio de fases ou falhas no sistema de alimentação.

Também podem indicar queima de componentes, sobrecarga ou distúrbios na instalação elétrica.

 

2. Inspeção visual das instalações elétricas

 

Na manutenção elétrica predial, inspeções visuais são realizadas periodicamente. O plano de manutenção irá definir o check list dos itens que precisam ser inspecionados.

Normalmente, nas inspeções visuais são analisados pontos como:

  • Condições de conservação do estado físico geral da instalação elétrica. Deterioração de componentes, ferrugem e corrosão.
  • Limpeza e a conservação de quadros de distribuição de energia, perfilados e eletrocalhas.
  • Presença de vazamentos de lubrificantes ou outros componentes de transformadores ou motores industriais.
  • Verificação de ruídos e vibrações incomuns no ambiente, pois elas podem gerar distúrbios elétricos.
  • Avaliação de possível queda de tensão, falta ou desequilíbrio de fase.
  • Exame de provável desarme, aquecimento, queima ou sobrecorrente.
  • Indícios de fumaça, queima de cabos e sinais de incêndios.

Dessa forma, é possível fazer o controle rigoroso das ações e monitorar o comportamento do sistema elétrico, máquinas e motores.

 

3. Análise termográfica

 

Verificar se há elevação na temperatura de componentes da instalação elétrica é um dos pontos mais importantes para a saúde das edificações.

Por isso, na OMS Engenharia, os protocolos de manutenção elétrica predial incluem a análise termográfica de:

A análise é feita com equipamentos especiais, conhecidos como “termovisores”. Quando ela constata a presença de pontos de aquecimento acima da temperatura ambiente, ações de avaliação e correção do problema são realizadas.

Isso é feito imediatamente ou, quando necessário, em intervenções programadas.

Se não forem corrigidos, pontos quentes podem ocasionar curtos-circuitos, incêndios e explosões.

Você conseguirá entender exatamente como isso acontece assistindo ao vídeo a seguir. Ele mostra como é realizada a manutenção elétrica preventiva dos quadros de distribuição de energia em uma grande empresa atendida pela OMS Engenharia em Curitiba.

 

 

 

4. Análise de distúrbios e da qualidade da energia

 

Em indústrias, é amplamente recomendado avaliar também se há no sistema a presença de distúrbios elétricos, como harmônicas, ruídos e interferências ou baixo fator de potência.

Normalmente, esses distúrbios são causados por má qualidade da energia ou pelos próprios motores elétricos de equipamentos industriais.

E podem ocasionar mau funcionamento de máquinas, sobreaquecimento, perda de produtividade e elevação do consumo de energia com aumento expressivo na conta de luz.

Quando constatados, devem ser corrigidos. O baixo fator de potência, por exemplo, pode ser eliminado com a adoção de filtros e bancos de capacitores.

Além disso, ações específicas precisam ser previstas no plano de manutenção elétrica predial para evitar o reaparecimento desses problemas, muito comuns em indústrias.

 

5. Análises físico-químicas

 

Muitas edificações possuem geradores, transformadores ou mesmo subestações de energia.

Esses equipamentos contêm óleos isolantes que precisam ser avaliados periodicamente por meio de ensaios laboratoriais realizados durante a manutenção elétrica predial.

Se esses óleos apresentarem sinais de degradação, isso indica perigo de superaquecimento, explosões, curtos-circuitos e, consequentemente, paralisação da produção industrial.

Além disso, há diversos componentes elétricos – como reatores, disjuntores, capacitores, chaves e linhas de distribuição – que necessitam de análises físico-químicas periódicas.

Por isso, nas manutenções elétricas em indústrias são feitos testes que avaliam vibrações, qualidade do óleo dos motores, condições das superfícies e inspeções estruturais dos equipamentos.

 

Dados mostram por que a manutenção elétrica predial é tão importante

 

Em 2020, foram registrados 1502 acidentes com energia elétrica no Brasil. De acordo com a Abracopel, a Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade, os acidentes foram:

  • 583 curtos-circuitos gerados por sobrecarga de energia na instalação elétrica
  • 853 choques elétricos
  • 66 acidentes por descargas atmosféricas (raios).
  • 764 pessoas morreram nesses acidentes.

“As causas dos incêndios gerados por eletricidade são, em quase 100% dos casos, devido às instalações elétricas antigas, excesso de equipamentos plugados em uma mesma saída de energia (tomada), gambiarras e falta de manutenção” – diz a Abracopel.

Portanto, lembre-se: a manutenção elétrica predial previne acidentes, evita mortes e reduz custos com desperdício de energia e falhas que prejudicam o desempenho de empresas e indústrias.

 

Faça suas manutenções com a OMS Engenharia

 

Você terá uma grande vantagem ao confiar suas manutenções  elétricas prediais à OMS: somos uma empresa de engenharia multisserviços.

Isso significa que realizamos trabalhos envolvendo tanto a engenharia elétrica quanto as engenharias mecânica e civil.

Portanto, podemos realizar:

Imagine a tranquilidade de realizar todas essas atividades com uma só empresa? É o que chamamos de “engenharia one-stop-shop”, que reúne todas as áreas de projetos e obras em uma só equipe.

Isso, claro, só é possível porque a OMS Engenharia mais de 30 anos de atuação no mercado nacional. E nesse tempo, ganhou enorme expertise na realização de obras de peso para grandes clientes, como: Copel, Banco do Brasil, Sanepar, Grifols, Sumitomo e tantos outros parceiros!

Conheça nossa história. E conte com a OMS para ter suas manutenções elétricas prediais sempre em dia!

Entre em contato conosco clicando aqui para fazer seu orçamento. E aproveite para baixar nossos e-books.

Obrigado pela visita e até o próximo post.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat